Review – Life itself – A Vida de Roger Ebert (2014).

 

Por Calil Neto 

16 de julho de 2016.

Roger Ebert foi um dos maiores críticos que os Estados Unidos e a língua inglesa já tiveram e ganhador do prestigiado e aclamado Prêmio Pulitzer. Neste longa-documentário de 2014 com produção da CNN FilmsLife itself – A Vida de Roger Ebert, com estreia no Festival de Sundance do mesmo ano, temos a vida do respeitado jornalista, crítico de cinema, apresentador de televisão, repórter, escritor e roteirista de cinema.

O longa é dirigido por Steve James, que adaptou o livro de memórias do profissional da escrita que faleceu em 2013 de câncer diagnosticado na tireoíde em 2002 e não estava podendo falar (se comunicava por um aparelho) e comer. Roger Ebert já sabia da existência do documentário e diversas entrevistas foram realizadas com ele. Aborda a carreira, a vida, e os seus últimos meses de vida.

Fala da parceria e do carinho da esposa Chaz Ebert, paixão de sua vida, casou com ela aos 50 anos. que ficou com o marido até o seu falecimento. Fala da época em que roteirizou o filme do diretor Russ Meyer, ex-fotógrafo da revista Playboy, De Volta ao Vale das Bonecas de 1970 para o grande estúdio da FOX.

Aborda a época de jornalista, da ocasião que fez crítica de cinema na televisão com o crítico de cinema Gene Siskel : eram que nem dois irmãos brigãos. Aborda depoimentos de pessoas da televisão: produtores, produtores executivos. Tem depoimento de amigos e fãs de seu trabalho como os diretores Martin Scorsese (quem Ebert sempre elogiava e é o produtor executivo deste documentário) e Werner Herzog.

 Nota: 4,0 de 5,0.

Anúncios

Review – A Bruxa (2015).

abruxa-destaque

Por Calil Neto

Tem alguns filmes que faço questão de assistir na tela grande do cinema. E A Bruxa dirigido e escrito por Robert Eggers foi um deles.

SPOILERS.

O filme A Bruxa de Blair de 1999 virou coisa do passado A Bruxa isso sim que é filme de bruxa. A Bruxa (The Witch: A New-England Folktale) distribuído pela Universal que tem a produção também de um brasileiro, Rodrigo Teixeira, foi destaque no Festival de Sundance em 2015.

thewitch01-620x349
O fera Robert Eggers.

A trama se passa no século XVII na Nova Inglaterra e envolve uma família que foi expulsa de uma colônia sem que o espectador saiba o motivo. Provavelmente por serem pecadores. O bebê Sam que não foi batizado some, depois Thomasin e Caleb desrespeitam os pais e vão para uma floresta e Caleb é seduzido por uma bruxa e fica adoecido. Um filme que aborda a questão da fé, do pecado, fanatismo religioso.

video-the-witch-filming-a-new-england-folktale-featurette-australia-superJumbo

O filme tem belíssima fotografia e competente direção de arte em belíssimas localidades. A atriz Anya Taylor-Joy esbanja sensualidade com sua personagem.

do-you-think-the-witch-will-be-a-new-horror-classic-829880

Um filme que deixa algumas perguntas em aberto. Propositalmente. Um filme que deixa que o espectador tire suas próprias conclusões.

Um puta filme!

Nota: 4,0 de 5,0.

Donnie Darko (2001).

Donnie_Darko-454757435-large

Por Calil Neto

Assisti a sci-fi e horror Donnie Darko de 2001, dirigido e escrito por Richard Kelly, que mais tarde viria a dirigir A Caixa de 2009 com Cameron Diaz.

donnie-darko-4
O Medo versus o Amor – Um pensamento negativo versus um pensamento positivo.

Com um orçamento de 4,5 milhões de dólares e exibido no Festival de Sundance nos EUA em janeiro de 2001, temos como protagonista o melancólico jovem estudante Donnie Darko que é interpretado magistralmente por Jake Gyllenhaal (a pessoa ideal para o papel) que toma medicamentos e sofre alucinações com um tal de coelho humano que fala para ele cometer crimes pela cidade onde mora. Donnie se consulta sempre com a psiquiatra (Katharine Ross) para quem relata seus problemas.

Na produção temos um elenco estelar que além de Jake Gyllenhaal , tem Maggie Gyllenhaal irmã de Jake na vida real, o saudoso Patrick Swayze de Ghost: Do Outro Lado da Vida no papel de um especialista em auto-ajuda, e Drew Barrymore mais madura na carreira, no papel de uma das professoras de Darko.

bild_29_487x324

cap886
Os competentíssimos irmãos Gyllenhaal.

O longa envolve o sobrenatural, o filosófico, a alucinação, o AMOR versus o MEDO, a ficção científica com a abordagem da viagem no tempo (presente versus passado versus futuro).

donniedarko-24

Nada melhor do que ver Evil Dead no cinema.
Nada melhor do que ver The Evil Dead no cinema. The Evil Dead (Medo) X A Última Tentação de Cristo (Amor).

Um filme mediano que consegue entreter o espectador.

Indicado.

Nota: 3,0 de 5,0.