Review – O Conto dos Contos (2015).

o conto dos contos2

Por Calil Neto

O Conto dos Contos (Tale of Tales AKA Il racconto dei raccont) é uma produção de 2015 que faz tempo que queria assistir. Ela é dirigida pelo italiano Matteo Garrone (Gomorra) e traz um elenco de peso como Salma Hayek, Vincent Cassel, Toby Jones e John C. Reilly. É uma adaptação de um livro do italiano Giambattista Basile.

SPOILERS

A produção que é um conto de fadas são diversas estórias que se entrelaçam e diversos reis e rainhas. Tem a rainha de Longtrellis interpretada por Salma Hayek, que é casada com o rei interpretado pelo também talentoso John C. Reilly, que não consegue ter filhos e precisa comer um coração cozido por uma jovem virgem de um monstro marinho para engravidar depois de conversar com um senhor idoso. Em troca da gravidez, morre o marido rei. E depois de um tempo: nasce o filho albino Elias.

d77d20aa359891b502994c683b519f7c

A jovem virgem também engravida de um menino, Jonah, que é igual ao filho da rainha, Elias.

Tem a estória do rei interpretado por Toby Jones que dá mais atenção para um pulga, que depois fica gigantesca, do que a própria filha que está louca para casar. O longa não deixa de passar uma mensagem para o espectador: como quando a menina está louca para se casar e acaba ficando com um ogro.

Toby Jones-tale of tales-movie review-2015-AFI-theater whore-dante ross-danterants-blogspot-com
O rei e sua pulga.

Tem a estória também do rei libertino interpretado por Vincent Cassel que se encanta com o canto de uma senhora que tem também uma senhora irmã. Só que o personagem de Vincent Cassel não sabe que é uma senhora e pensa que é uma bela donzela. A senhora depois de ser atacada pela janela, é transformada por uma andarilha em uma bela jovem.

É um filme maravilhoso. Encantador. Com ótima fotografia e direção de arte.

O Conto dos Contos é um filme que já nasceu clássico!

Nota: 4,0 de 5,0.

Anúncios

Review – A Noite do Chupacabras (Brasil- 2011)

20150517143223721089e

Por Calil Neto

A Noite do Chupacabras (2011) é o segundo longa da trilogia do diretor capixaba Rodrigo Aragão iniciada com Mangue Negro em 2008 e concluída com Mar Negro em 2013.

Os filmes de Aragão costumam abordar e contar lendas populares de nosso Brasil, e nesse longa de 2011 temos no roteiro escrito por Aragão uma família rival, a família Silva e Carvalho, e um monstro conhecido na região como Chupacabras, que bem por sinal é muito bem feito, que aterroriza o local. O Velho do Saco, interpretado por Christian Verardi, personagem de uma lenda, também está presente.

Nota-se uma melhora no trabalho de Aragão em relação ao primeiro longa Mangue Negro de 2008.

O filme é violento na sua linguagem e com muito gore.

A-Noite-do-Chupacabras-2011-1

Nota: 3,5 de 5,0.

Review – As Fábulas Negras (Brasil – 2015).

mostra-nacional-longas-as_fabulas_negras-1Por Calil Neto

Idealizado por Rodrigo Aragão, diretor de Mangue Negro (2008), A Noite do Chupacabras (2011) e Mar Negro (2013), que decidiu reunir grandes nomes do cinema de horror independente brasileiro junto com o pioneiro no gênero José Mojica Marins para realizar a antologia As Fábulas Negras (2015).

lobisomem

No enredo temos quatro garotinhos que ficam contando causos e lendas da região. A primeira estória é do O Monstro do Esgoto, dirigida por Rodrigo Aragão, onde nota-se um amadurecimento do trabalho do diretor capixaba, que não deixa de ser uma crítica ao sistema e a política brasileira, como a corrupção. A segunda é Pampa Feroz dirigida por Petter Baiestorf, que mostra um coronel e sua trupe que lutam contra um lobisomem. Um ótimo episódio. O Saci é dirigido por José Mojica Marins, que ficou conhecido nacionalmente com o personagem Zé do Caixão, e um também belíssimo segmento, onde um Saci (que é animado por um boneco) persegue uma garota. A mãe da garota, interpretada por Melina Bessa, acha que a filha está possuída quando a menina fala para ela que viu um saci. A mãe da garota chama o personagem intepretado por José Mojica Marins para exorcizar a garota. Um dos melhores segmentos da antologia. O episódio A Loira do Banheiro dirigida por Joel Caetano mostra um internato onde tem em um banheiro a Loira do Banheiro. Um episódio com muito gore. No último segmento temos A Casa de Iara de Rodrigo Aragão onde o marido de uma mulher a trai e essa mulher interpretada por Kika Oliveira se vinga do marido e da amante. Você percebe que a personagem interpretada por Kika está com um encosto.

As Fábulas Negras

Um ótimo trabalho que significa o amadurecimento do cinema independente de horror no Brasil.

Todos os envolvido na produção estão de parabéns!

473070

Nota: 3,5 de 5,0.

Compre aqui As Fábulas Negras

Phantasm: Remastered and Phantasm: Ravager serão lançados nesse semestre.

Don Coscarelli

Por Calil Neto

Phantasm: Remastered chega aos cinemas norte-americanos limitados em 24 de  setembro de 2016. Phantasm: Ravager, quinto filme da franquia, será lançado nos cinemas dos Estados Unidos e no formato digital em 07 de outubro.

Phantasm: Remastered e é uma restauração 4k do clássico de 1979, dirigido por Coscarelli, é supervisionado por Don Coscarelli e a companhia Bad Robot de J.J. Abrams. O quinto filme é dirigido por David Hartman, com roteiro de Hartman and Coscarelli, e produção executiva de Brad Baruh. O ator Angus Scrimm, falecido em janeiro deste ano, também está no elenco.  Depois no ano, os filmes serão lançados individualmente em Blu-ray e DVD, como também em uma edição para colecionador nos EUA.

Review – Hardcore: Missão Extrema (2015).

hardcorehenry_quad50-lores-1200x900Por Calil Neto

Hardcore: Missão Extrema ( Hardcore Henry  – Rússia / Estados Unidos- 2015) é um action movie misturado com ficção científica com muito gore e perda de membros dirigido por Ilya Naishuller. Tem alguns trechos do filme que é falado em russo. A maioria é em inglês. Um dos produtores é Timur Bekmambetov, diretor de Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros e do remake de Ben-Hur (2016)

É um filme que adorei, com ótima trilha sonora, ao som de Freddy Mercury e muito mais, diferente de tudo que vimos nos últimos tempos. E com o protagonista apresentado em primeira pessoa, no primeiro action movie produzido em primeira pessoa.

Parece que o espectador está dentro do filme e participando das cenas.

hardcore-henry2

Na narrativa em mundo futurista temos Henry o protagonista que é assassinado, possivelmente pela gangue de Akan, e tem o corpo todo desmembrado. A mulher dele Estelle (Haley Bennett) pega os restos mortais do marido e o transforma em um ciborgue. Só que tem esse Akan (Danila Kozlovsky) quer destruir Henry agora ciborgue e que Estelle prepare para ele um exército de ciborgues. Tim Roth faz o papel do pai de Henry.

Henry tem a ajuda de Jimmy (Sharlto Copley), que anda em uma cadeira muito parecida com a cadeira do professor Xavier dos X-Men e tem vários protótipos dele e até um protótipo dele bebê. Tem algumas sequências que Henry sofre altas quedas e tem um momento que ele invade uma casa de garotas de programas.

Hardcore-Henry-brothel

É um filme que me diverti. Acredito que agora tenho um carinho em particular por essa produção que se torna trash em alguns momentos como quando acontece a perda de cabeças de alguns personagens.

Esse loiro é o vilão Kan da trama.
Esse loiro é o vilão Akan da trama.

Nota: 3,5 de 5,0.