Fahrenheit 451 (1966).

Fahrenheit451_Q

Por Calil Neto

Fahrenheit 451 é a adaptação de obra homônima do escritor norte-americano Ray Bradbury, mestre da ficção científica, falecido em junho de 2012 aos 91 anos dirigida pelo cineasta francês François Truffaut.

Na narrativa temos um governo totalitário que através de bombeiros todos muito bem fardados querem destruir todos os livros, pelo motivo de que os livros fazem mal às pessoas e as deixam tristes. Motivo mais do que insuficiente para acabar com os livros e os queimá-los. Para quem não sabe no enredo Fahrenheit 451 é a temperatura ideal para que os livros começassem a queimar.

9383_1

 

Um longa que aborda uma questão universal e atemporal : a importância dos livros para a educação de uma nação. Os bombeiros no caso querem exterminar os livros para que a população não questione as práticas do governo totalitário, e fique alienada.

Um dos bombeiros depois que presencia a morte de uma proprietária de diversos livros que se mata em um incêndio, muda de lado. Ela passa a andar com pessoas que querem preservar o conteúdo dos livros em suas memórias para que depois de um tempo os livros possam ser relançados.

fahrenheit_451_1966_francois_truffaut

 

Um ótimo filme que continua atual.

Nota: 3,5 de 5,0.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s