Inferno Carnal (1977).

inferno_carnal

Por Calil Neto

Sem querer querendo acabei fazendo um pequeno especial José Mojica Marins pelos 80 anos do cineasta completados em 13 de março de 2016. Mas ele merece. E agora vou comentar da produção Inferno Carnal de 1977 que surgiu de um episódio de um programa televisivo e se transformou em um longa.

O longa é dirigido e produzido por José Mojica Marins com roteiro do frequente colaborador de Mojica, o competentíssimo Rubens Francisco Lucchetti de um argumento de Mojica. No enredo temos um brilhante cientista e doutor interpretado por Mojica que faz suas experiências com ácidos e não quer sair de casa para se divertir. A esposa Raquel tem um amante e quer herdar a fortuna do rico marido. Raquel então junto com o amante tenta assassinar o cientista, jogando ela o ácido de suas pesquisas no rosto do cientista, o deixando jogado em um incêndio. O cientista fica com o rosto todo desfigurado e se torna um monstro fisicamente e mesmo assim deixa dinheiro para a ex-mulher se divertir com o amante. O amante é um aproveitador e usa o dinheiro de Raquel para se divertir com outras mulheres. A atriz Helena Ramos está impecável como a amante do cientista.

infernocarnal2

Inferno Carnal traz um final surpreendente!!!!! Eu gosto dos filmes do Mojica porque eles são inteligentes e trazem consigo uma mensagem de reflexão ou até uma mensagem moralista ao espectador.

infernocarnal4

Uma pequena obra-prima. Os trabalhos que envolvem Mojica são geniais. Belíssimos filmes.

Nota: 3,5 de 5,0.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s