A visita (2015).

022

Por Calil Neto

M. Night Shyamalan é um diretor que intercala em sua carreira entre produções boas, medianas e algumas ruins. Para mim a obra-prima do diretor indiano é O Sexto Sentido de 1999 com Bruce Willis. Particularmente curto muito o Sinais de 2002 também.

Com roteiro e produção do próprio Shyamalan aliada a competente produção de Jason Blum que não poderia ficar de fora, temos na trama de A visita uma mulher que abandona os pais e se casa tendo dois filhos. Depois de um tempo essas crianças vão passar um tempo com os avós e aproveitar o momento e gravar um documentário. Só que as crianças não sabem que esses avós são bastante estranhos e colocam as crianças para dormir toda 21 horas e 30 minutos e passam a perambular de maneira nada convencional os ambientes da casa.

8l60_itp_00026rv2

Um produção com clima perturbador e claustrofóbico no estilo falso documentário que traz um desfecho inusitado e surpresa como aconteceu no já clássico O Sexto Sentido. Com elenco desconhecido com certeza para deixar o filme mais realista, convincente e assustador.

Um bom filme mas uma produção mediana.

 

M. Night Shyamalan no set de filmagens. Foto: John Baer/Universal Pictures.

Nota:3,0 de 5,0.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s