Indicação de Livro: Sobre a Escrita – A arte em memórias – On Writing – A Memoir of the Craft (2000) de Stephen King.

King não poderia estar de fora da capa.
King não poderia estar de fora da capa.

Um clássico incomparável. — The Wall Street Journal

Absolutamente fascinante. — Sunday Times

King tem uma imaginação grandiosa e sabe como despertar uma profunda empatia nos leitores. É um livro excêntrico e apaixonante, escrito com brilhantismo por um dos maiores contadores de história da atualidade. — The Guardian

Eleito pela Time Magazine um dos 100 melhores livros de não ficção de todos os tempos e vencedor dos prêmios BRAM STOKER e LOCUS na categoria Melhor Não Ficção, Sobre a escrita — A arte em memórias é uma obra extraordinária de um dos autores mais bem-sucedidos de todos os tempos, uma verdadeira aula sobre a arte das letras.

O livro, que King começou a escrever no final de 1997, também não deixa de lado as memórias e experiências do mestre do terror: desde a infância até o batalhado início da carreira literária, o alcoolismo, o acidente marcante quase fatal em 1999 e como a vontade de escrever e de viver ajudou em sua recuperação.

stephen-king-cover-ftr

Com uma visão prática e interessante da profissão de escritor, incluindo as ferramentas básicas que todo aspirante a autor deve possuir, Stephen King baseia seus conselhos em memórias vívidas da infância e nas experiências do início da carreira: os livros e filmes que o influenciaram na juventude; seu processo criativo de transformar uma nova ideia em um novo livro; os acontecimentos que inspiraram seu primeiro sucesso: Carrie, a estranha. Pela primeira vez, eis uma autobiografia íntima, um retrato da vida familiar de King.

picture-6
As capas internacionais.

O autor também oferece uma aula incrível sobre o ato de escrever, citando exemplos de suas próprias obras e de best-sellers da literatura para guiar seus aprendizes. Usando exemplos que vão de H. P. Lovecraft a Ernest Hemingway, de John Grisham a J. R. R. Tolkien, um dos maiores autores de todos os tempos ensina como aplicar suas ferramentas criativas para construir personagens e desenvolver tramas, bem como as melhores maneiras de entrar em contato com profissionais do mercado editorial.

Ao mesmo tempo um álbum de memórias e uma aula apaixonante, Sobre a escrita irradia energia e emoção no assunto predileto de King: literatura. A leitura perfeita para fãs, escritores e qualquer um que goste de uma história bem-contada.

Por Calil Neto

Uma aula para quem quer ser um futuro escritor de sucesso como Stephen King. Aprenda com o mestre. A Suma de Letras está de parabéns por resgatar boa parte das obras de King, tanto ficcionais como não.

Comprar

Sobre a Escrita – A arte em memórias – Submarino

Sobre a Escrita – A arte em memórias – Saraiva

Anúncios

Confira o primeiro trailer para maiores de Love de Gaspar Nóe.

screen-shot-2015-06-29-at-11-56-48-am

 

Primeiro de janeiro, manhã. O telefone toca. Murphy acorda junto à sua jovem esposa e filho. Ele ouve o recado na caixa postal: A mãe de Electra, extremamente preocupada, quer saber se ele sabe alguma coisa dela. Electra desapareceu há algum tempo e ela tem medo que algo de mau lhe tenha acontecido. Ao longo de um dia chuvoso, Murphy fica sozinho no seu apartamento, lembrando-se da relação mais marcante de sua vida, aquela que viveu com Electra durante 2 anos: uma paixão repleta de promessas, jogos, excessos e erros.

País: França.

Distribuidora no Brasil: IMOVISION.

Donnie Darko (2001).

Donnie_Darko-454757435-large

Por Calil Neto

Assisti a sci-fi e horror Donnie Darko de 2001, dirigido e escrito por Richard Kelly, que mais tarde viria a dirigir A Caixa de 2009 com Cameron Diaz.

donnie-darko-4
O Medo versus o Amor – Um pensamento negativo versus um pensamento positivo.

Com um orçamento de 4,5 milhões de dólares e exibido no Festival de Sundance nos EUA em janeiro de 2001, temos como protagonista o melancólico jovem estudante Donnie Darko que é interpretado magistralmente por Jake Gyllenhaal (a pessoa ideal para o papel) que toma medicamentos e sofre alucinações com um tal de coelho humano que fala para ele cometer crimes pela cidade onde mora. Donnie se consulta sempre com a psiquiatra (Katharine Ross) para quem relata seus problemas.

Na produção temos um elenco estelar que além de Jake Gyllenhaal , tem Maggie Gyllenhaal irmã de Jake na vida real, o saudoso Patrick Swayze de Ghost: Do Outro Lado da Vida no papel de um especialista em auto-ajuda, e Drew Barrymore mais madura na carreira, no papel de uma das professoras de Darko.

bild_29_487x324

cap886
Os competentíssimos irmãos Gyllenhaal.

O longa envolve o sobrenatural, o filosófico, a alucinação, o AMOR versus o MEDO, a ficção científica com a abordagem da viagem no tempo (presente versus passado versus futuro).

donniedarko-24

Nada melhor do que ver Evil Dead no cinema.
Nada melhor do que ver The Evil Dead no cinema. The Evil Dead (Medo) X A Última Tentação de Cristo (Amor).

Um filme mediano que consegue entreter o espectador.

Indicado.

Nota: 3,0 de 5,0.

Quer participar do booktrailer de JOYLAND, próximo lançamento de King?

r-STEPHEN-KING-JOYLAND-large570

Por Calil Neto

Quer participar do booktrailer de JOYLAND, lançamento de Stephen King pela Suma de Letras Brasil para julho?

Mande uma foto ou um vídeo (até 10 segundos) de sua autoria em um parque de diversões para o e-mail promocoes@objetiva.com.br até o dia 8 de julho!

*** Atenção às regras para participar:

✓O título do e-mail deve ser “Eu no Joyland”;

✓O corpo do e-mail deve conter frase: “Eu, (seu nome), autorizo o uso da foto ou do vídeo no booktrailer do livro Joyland, publicado pelo selo Suma de Letras Brasil. Assumo a autoria da foto/do vídeo e a responsabilidade por eventuais demandas de terceiros com relação a sua utilização”. Caso não haja autorização por escrito, o material não poderá ser aproveitado;

✓Deve ser anexada apenas uma foto de boa qualidade;

✓Em caso de vídeo, nos envie o link para download (Sendspace, Wetransfer, YouSendIt, Dropbox).

Corraaaaaaaaaa!!!!!

Confira a capa brasileira de Grey – Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian.

Baixar-Livro-Grey-Cinquenta-Tons-de-Cinza-pelos-Olhos-de-Christian-E-L-James-em-PDF-ePub-e-Mobi-370x532

Por Calil Neto

Grey – Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian. (quarto livro da série)

Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo. Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

Editora Intrínseca.

Lançamento previsto para 18/09/2015.

Já em Pré-venda.

Indicação de Livro: Escuridão Total Sem Estrelas (Full Dark, No Stars – 2010) de Stephen King.

rsz_131

Vencedor dos prêmios BRAM STOKER e BRITISH FANTASY

Contos que fazem mais do que jus à qualidade literária desse autor prolífico. Instigantes? Sim. Brutais? Nem queira saber. — The New York Times

Reviravoltas sombrias guiam os quatro contos, que mostram como um talentoso contador de histórias pode fazer um livro inquietante e impossível de largar — Publishers Weekly

King oferece quatro olhares que vão direto ao ponto ao mostrar os limites da ganância, da vingança e do autoengano. — Booklist

Por Calil Neto

Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas.

A capa brasileira da Suma não perde nada para a capa norte-americana. Também com belíssimo visual.
A capa brasileira da Suma não perde nada para a capa norte-americana. Também com belíssimo e caprichado visual.

Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.

Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada, bom senso, piedade, justiça ou estrelas, para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.

Uma belíssima coletânea de contos!!!! Um belíssimo livro, com belíssima capa e belíssimo visual!!!! Há muito tempo esperava que essa coletânea fosse lançada no Brasil !

Comprar o livro.

Escuridão Total Sem Estrelas – Submarino

Escuridão Total Sem Estrelas – Saraiva

Versátil lança Obras-Primas do Terror 3 em agosto.

11427193_920731797984012_7637663132758071018_n

Obras-Primas do Terror 3 em agosto!

Com lançamento a partir de 06 de agosto, a Versátil apresenta OBRAS-PRIMAS DO TERROR 3, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos inéditos dirigidos por grandes mestres do horror como Mario Bava, Jacques Tourneur e Narciso Ibañez Serrador. Todos os filmes em versões restauradas, além de uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 6 cards.

DISCO 1

BANHO DE SANGUE (A Bay of Blood/Reazione a Catena, 1971, 84 min.) De Mario Bava. Com Claudine Auger, Claudio Volonté e Laura Betti.

A disputa por uma propriedade em uma baía dá início a um banho de sangue. Polêmica obra-prima do mestre Mario Bava que foi precursora dos filmes slasher. Também conhecido como “A Mansão da Morte”.

A INOCENTE FACE DO TERROR (The Other, 1972, 100 min.) De Robert Mulligan. Com Uta Hagen, Diana Muldaur, Chris e Martin Udvarnoky.

Interior dos Estados Unidos, anos 30. Dois meninos, gêmeos idênticos, são a fonte de estranhos acontecimentos que colocam em perigo a vida daqueles que os cercam. Obra-prima do terror psicológico dirigida por Robert Mulligan (“O Sol é para todos”).
DISCO 2

OS MENINOS (¿Quién puede matar a un niño?, 1976, 106 min.) De Narciso Ibañez Serrador. Com Lewis Fiander e Prunella Ransome.

Um casal de turistas ingleses chega a uma ilha onde todas as crianças ficaram loucas e estão assassinando os adultos. Obra-prima do horror espanhol dirigida pelo mestre Narciso Ibañez Serrador (“Internato Derradeiro”).

CARNAVAL DE ALMAS (Carnival of Souls, 1962, 83 min.) De Herk Harvey. Com Candace Hilligoss, Frances Feist e Sidney Berger.

Após um traumático acidente, uma mulher fica fascinada por um parque abandonado. Lendário filme B americano que se tornou um dos maiores cult-movies de horror. Conhecido também como “O Parque Macabro”.
DISCO 3

FARSA TRÁGICA (The Comedy of Terrors, 1963, 83 min.) De Jacques Tourneur. Com Vincent Price, Peter Lorre, Boris Karloff e Basil Rathbone.

Para poder pagar dívidas, um coveiro começa a matar pessoas a fim de obter novos “clientes”. Com muito humor negro, o mestre Jacques Tourneur (“Sangue de Pantera”) reúne monstros sagrados do horror no cinema.

MAGIA NEGRA (Magic, 1978, 107 min.) De Richard Attenborough. Com Anthony Hopkins, Ann-Margret e Burgess Meredith.

Anthony Hopkins, em sensacional atuação, é o talentoso, mas perturbado ventríloquo que se esconde por trás da forte personalidade de seu maligno boneco Fats. Assustador terror psicológico dirigido por Richard Attenborough (“Gandhi”).

VÍDEOS EXTRAS: Documentário sobre “Banho de Sangue” (25 min.), Depoimento de Joe Dante sobre “Banho de Sangue” (12 min.), Trailers americanos de “Banho de Sangue” (6 min.), Depoimento de Narciso Ibañez Serrador (9 min.), Trailers dos outros filmes (11 min.), Depoimento de Richard Matheson sobre “Farsa Trágica” (10 min.), Especial sobre Jacques Tourneur (16 min.), Entrevista de Anthony Hopkins (6 min.)

Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros (2015).

Jurassic-World-poster-3

Por Calil Neto

Atualizada 23 de setembro de 2015.

Antes de assistir ao Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros, quarto título da série, conferi a trilogia original iniciada em 1993, em uma adaptação do livro homônimo de Michael Crichton. O longa dirigido por Colin Trevorrow volta para Isla Nublar onde aconteceu o acidente no parque idealizado pelo visionário John Hammond  no primeiro filme. Steven Spielberg que dirigiu o primeiro e o segundo filme da franquia é o produtor executivo.

Eu falo, o primeiro filme de 1993 é o grande clássico intocável da franquia. Depois o segundo filme é um filme mediano e o terceiro de 2001 é muito ruim.

jurassic-world-o-mundo-dos-dinossauros-site-blah-cultural

Jurassic World é um ponto turístico que reúne milhares de pessoas em busca de diversão com os dinossauros. Um sonho de John Hammond.  Só que para atrair os olhares do público, a equipe de cientistas do parque criam seres híbridos, como o superpredador híbrido geneticamente, que são bem mais perigosos do que os dinossauros não híbridos.

A continuação de Jurassic World já tem estreia prevista nos cinemas para 22 de junho de 2018, e segundo depoimentos de Colin Trevorrow Jurassic World foi apenas o começo de uma nova trilogia.

jurassic_world_ver4_xlg

Um belíssimo filme!!!! Um espetáculo para os olhos do espectador!!!!

mas-fotos-de-la-premiere-de-jurassic-world-en-los-angeles-l_cover

 Ordem de preferência dos filmes da franquia.

  1. Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros (1993)– nota: 4,5 de 5,0.
  2. Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros (2015)– nota:4,0 de 5,0.
  3. O Mundo Perdido: Jurassic Park (1997) – nota: 3,0 de 5,0.
  4. Jurassic Park 3 (2001) – nota: 2,5 de 5,0.