A Morte lhe Cai Bem (1992).

MV5BNzQ3MTYzNDQzOV5BMl5BanBnXkFtZTYwODU2OTI5__V1_SX640_SY720_

Por Calil Neto

A Morte lhe Cai Bem (Death Becomes Here) é um clássico memorável dos anos 90, dirigido por Robert Zemeckis, um dos grandes nomes da indústria cinematográfica americana principalmente nos anos 80 e 90, com De Volta para o Futuro 1,2 e 3, Uma Cilada Para Roger Rabbit (1998) e Forrest Gump: O Contador de Histórias (1994), que rendeu a Zemeckis o Oscar de melhor diretor em 1995.

No longa com roteiro de Martin Donovan e David Koepp temos os talentosíssimos Meryl Streep, Bruce Willis e Goldie Hawn, que estão impecáveis. No enredo temos a atriz Madeline Ashton (Meryl Streep) que rouba o noivo de Helen Sharp (Goldie Hawn), o cirurgião respeitado Ernest Menville (Bruce Willis), que está prestes a se casar. Helen endoidece, engorda e vai parar em uma clínica psiquiátrica querendo se vingar de Madeline que roubou seu noivo.

deathbecomesherbackdrop

SPOILER

Madeline Ashton e Helen Sharp gostam muito de cuidar de seus corpitchos e ambas querem se tornar eternamente jovens.

As duas encontram a poção da vida eterna, que pode ser um problema para as duas.

death_becomes_her_by_waleria-d4929o1

Uma belíssima produção com humor negro e com belíssimos efeitos especiais e visuais. A Morte lhe Cai Bem recebeu o Oscar de melhor efeitos visuais em 1993.

deathbecomesher

Um filme divertido.

Nota: 4,0 de 5,0.

Anúncios

O Monstro Sanguinário (Monster on the Campus – 1958).

Forgotten-BW-Horror-Monster-on-the-Campus-2

Por Calil Neto

O Monstro Sanguinário (Monster on the Campus) produzido pela Universal International Pictures é mais uma das boas obras bagaceiras das ficções científicas dos anos 50.  São produções que particularmente gosto muito de assistir.

monsteroncampus012

O longa de 77 minutos é dirigido por Jack Arnold de O Monstro da Lagoa Negra (1954) e o cult Tarântula! (1955), que foi um dos grandes diretores de sci-fi dos anos 50, e com roteiro de David Duncan. Na trama temos um professor de uma universidade que é mordido por um peixe pré-histórico que foi exposto a raios gamas, e ao entrar em contato com plasma do peixe se transforma em um homem primitivo das cavernas. Um hominídeo pré-histórico que vai assustar e matar as pessoas da universidade.

Forgotten-BW-Horror-Monster-on-the-Campus-4

A produção possui belíssimos efeitos especiais para a época, e que podem parecer datados nos dias atuais. Mas particularmente não me importo. O longa demora para revelar a aparência da criatura para o espectador.

Forgotten-BW-Horror-Monster-on-the-Campus-3

 Monster_on_the_Campus_carryingMadeline

Um belíssimo exemplar das sci-fi dos anos 50.  Diversão na certa!

51FWPPTCCCL__SS500_

Nota: 3,0 de 5,0.

Review – A Aldeia dos Amaldiçoados (1960).

village_of_damned_poster_02

Por Calil Neto

Tinha visto tempos atrás o remake deste filme de 1995, dirigido por John Carpenter, e somente agora com o lançamento pela Versátil do box Obras Primas do Terror – Volume 1 pude prestigiar a versão original.

A Aldeia dos Amaldiçoados (1960) é dirigido magistralmente por Wolf Rilla e é uma adaptação do romance The Cuckoss Midwich de John Wyndham, com fotografia em preto e branco, e que apresenta no enredo uma aldeia inglesa de Midwich onde moradores ficam adormecidos durante um período de tempo (por causa de um gás invisível), e depois a mulheres fertéis dão a luz crianças especiais, loiras, muito inteligentes que lêem as mentes, e com os olhos que brilham e superpoderes.

VOTD-Trio

 

6905319789_a22ea17d69

Um clássico sci-fi horror que é bem superior ao remake de 1995.  

Recomendado.

Nota: 4,0 de 5,0.

Review – Poltergeist – O Fenômeno (2015).

072221_jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Por Calil Neto

Tive a oportunidade de ver no cinema em 3D Digital (MACRO XE 3D) Poltergeist – O Fenômeno, remake-releitura-homenagem realizado 33 anos após o clássico eterno de Tobe Hooper.

O remake é dirigido por Gil Kenan da animação A Casa Monstro e com Sam Raimi como um dos produtores com a sua Ghost House Pictures. O roteiro de David Lindsay-Abaire, com história de Steven Spielberg, não foge do roteiro do clássico original, só que com algumas modificações e uma modernizada na trama (como o uso das novas tecnologias).

Poltergeist-2015-Wallpapers

Os nomes dos personagens foram alterados. A personagem central Carol Anne (Heather O’Rourke) é agora a fofa Madison Bowen (a belezura da Kennedi Clements) que amei. Achei Kennedi Clements de 8 anos muito fofa, doce e com uma gargalhada muito gostosa. Sei que não precisava comentar aqui, mas adorei a pequena atriz que deu muito bem conta do recado. A menina tem futuro pela frente.

Poltergeist2

poltergeist3
Instagram

No enredo uma família se muda para um condomínio onde antes ficava um cemitério indígena, e após a mudança a menina some e se comunica com os pais pelo televisor, assim como no longa de 1982. Na casa acontecem paralelamente eventos paranormais, e a família chama os investigadores de paranormalidades que revelam que são os poltergeists que estão atormentando a casa. Madison vai para outro plano, um plano paralelo, não sei se é um plano espiritual, e os pais tentam resgatá-la.

Poltergeist-2015-trailer-image-41

Apesar de ir ao cinema com um pé atrás curti a refilmagem. Muito bem feitinha com os efeitos visuais e especiais!!!

Apesar do belíssimo remake de Gil Kenan considero Poltergeist de 1982 um clássico intocável.

Nota: 3,5 de 5,0.

Quando vai sair o remake de O Vingador Tóxico?

lloydkaufman1
Lloyd Kaufman.

Por Calil Neto

Perguntei ao diretor, ator e empresário norte-americano Lloyd Kaufman quando sai o remake do clássico O Vingador Tóxico (The Toxic Avenger) de 1984 da produtora independente Troma.  Olha o que o figuraça  respondeu?

troma

Calil Neto – O remake de O Vingador Tóxico será realizado? Quando?

loyd

Lloyd Kaufman – Quando Satanás disser!!!! Precisamos de apoio $$$$$$

troma2

Calil Neto – Obrigado Lloyd pela atenção!!!! Você tem vários fãs pelo Brasil!!!

troma3

Lloyd Kaufman
– Obrigado e ele colocou o vídeo abaixo em português para a campanha de outro filme da Troma. 

Review – Mapa para as estrelas (2014).

509175

Por Calil Neto

O belíssimo e extraordinário filme de David Cronenberg de 2014 é Mapa para a Estrelas que revela o lado obscuro de Hollywood e a busca dos personagens pela fama. Revela o que o ser humano é capaz de fazer para alcançar a fama e o reconhecimento na sociedade.

res20150225165537666578a

 

A produção tem o roteiro Bruce Wagner (A Hora do Pesadelo 3) e traz um elenco estelar como Julianne Moore, em belíssima atuação, Mia Wasikowska, John Cusack e Robert Pattinson em mais uma belíssima colaboração com David Cronenberg, após Cosmópolis (2012).

245113

Cronenberg durante as filmagens.
Cronenberg durante as filmagens.

 

O longa também envolve o sobrenatural como os fantasmas que perseguem alguns dos personagens da trama. Segundo o Telegraph: Mapa para as Estrelas é o pesadelo do qual o espectador não vai querer acordar. Nos quase 50 anos de carreira do diretor, é a primeira vez que Cronenberg filmou algo nos Estados Unidos. O interessante da premissa do longa é que ele mistura personagens da ficção com a vida real como pessoas que realmente existem ou existiram como Robert Downey Jr, Carrie Fisher (de Star Wars), Paul Thomas Anderson e Madre Teresa de Calcutá.

 

3-the-best-nude-sexy-and-naked-scenes-of-2014-jpeg-190844

Um belíssimo e magistral filme. Continuo fã ardoroso dos trabalhos de Cronenberg.

Em Cannes.
Em Cannes edição 2014.

Nota: 3,5 de 5,0.