Perseguição Virtual (OPEN WINDOWS – 2014).

Perseguição Virtual (2014)Por Calil Neto

Assisti ao aguardado thriller Perseguição Virtual (2014), título dado no país, com dois ídolos do público, a figurinha carimbada da saga de O Senhor do Anéis, Elijah Wood, e a ex-musa do pornôs e escritora, Sasha Grey, em um filme que se apresenta para o público de forma diferenciada.

O longa acontece, como diz o nome do filme em inglês OPEN WINDOWS, em maior parte do período de exibição na tela de um computador em uma perseguição virtual como se arremete o título dado no Brasil. Elijah Wood cumpre muito bem o seu papel na pele de Nick Chambers, um fã da famosa atriz Jill Goddard, interpretada por Sasha Grey. Nick tem um blog especializado na carreira da artista, e perde a oportunidade de conhecê-la através de um concurso.  Jill passa a perna em seu fã.

A produção é dirigida pelo competente diretor espanhol Nacho Vigalondo (O ABC da Morte, V/H/S Viral), em seu primeiro longa falado em inglês, e o roteiro é do próprio.

open-windows-team

Chambers através do computador está enviando um vídeo para a ídola, quando é interrompido por uma voz misteriosa, um tal de Chord (Neil Maskell) que passa a dar orientações ao personagem de Elijah Wood, comandando toda a situação ao redor, e quer que ele se vingue da atriz por ela não aceitar encontrar seu fã.

Elijah-Wood

openwindows__span

Sasha-Grey-nude-topless-Open-Windows-2014-hd1080p-Web-DL-6
Uma produção que traz espionagem e suspense, e que em uma cena em especial me lembrou da cena de um filme clássico do mestre do suspense Alfred Hitchcock, Janela Indiscreta, quando o personagem de James Stewart fica bisbilhotando os vizinhos em sua janela. A falta de privacidade dos indivíduos.

Perseguição Virtual, filmado na Espanha e nos EUA, aborda um tema em voga, como a obsessão dos fãs por seus ídolos, o mundo das celebridades, a falta de privacidade destes ídolos, o BIG BROTHER e a constante vigilância propostos por George Orwell no livro 1984.

Um filme que aborda um tema atual e moderno.

Bernat Vilaplana venceu como melhor editor na premiação BloodGuts UK Horror Award. Open Windows participou dos festivais South by Southwest ( SXSW – EUA), Miami (EUA), Beaune (França) e Stanley (EUA).

Um belíssimo filme que aborda um temática atual e moderna. RECOMENDADO.

Nota: 3,0 de 5,0.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s