Lovelace (2013).

Lovelace (2013)

Por Calil Neto

Foi lançado em DVD a aguardada cinebiografia Lovelace (2013), estrelada pela loirinha talentosa Amanda Seyfried, agora como uma bela menina cheia de sardas, vivendo e interpretando muito bem a atriz de filmes adultos Linda Susan Boreman, conhecida como Linda Lovelace.   

O filme é dirigido por Rob Epstein e Jeffrey Friedman (Uivo e O Outro Lado de Hollywood) e roteirizado por Andy Bellin (Confiar) e foi exibido no Festival de Sundance 2013, nos Estados Unidos.

Linda Lovelace ficou conhecida mundialmente pelo clássico Garganta Profunda nos anos 70, dirigido por Gerard Damiano. O filme, um marco na época, foi um sucesso de bilheteria e arrecadou mais de 600 milhões de dólares pelo mundo, se tornando um marco do gênero erótico com o passar dos anos.

Em Garganta Profunda (1972), temos Linda Lovelace interpretando uma mulher que tem o clitóris na boca, e somente obtêm o prazer pelo sexo oral.

lovelace d04 _109.NEF

 

No elenco além da belíssima Amanda, temos também um elenco de peso como James Franco (Oz: Mágico e Poderoso), Robert Patrick (Um Drink no Inferno 2, O Exterminador do Futuro 2), Chris Noth ( o galã Mr. Big do seriado Sex and the City), Sharon Stone (Instinto Selvagem, O Vingador do Futuro), em um papel irreconhecível, entre outros.

amanda-seyfried-cr1386183763498-580x435

Lovelace aborda o universo do mundo pornográfico, das drogas e a dura vida das pessoas que escolhem viver sem alternativa (em alguns casos) essa vida cheio de preconceitos. O filme aborda a ascensão e a queda de uma estrela que se envolve com poderosos do meio XXX, como o taradão proprietário da revista Playboy, Hugh Hefner (James Franco) .

Lovelace

Lovelace era casada com Chucky Traynor, interpretado na biografia por Peter Sarsgaard, que além de marido era agente da atriz. No começo do namoro entre ambos era uma pessoa agradável e depois de um tempo passou a maltratá-la e obrigá-la a fazer filmes e fazer sexo com amigos em troca de dinheiro.

A produção aborda também o período em que Linda lançou sua autobiografia Ordeal (Provação) para relatar que a sua vida não foi feita somente de glamour, mas também de muitas decepções e desilusões.

Após deixar de fazer filmes pornográficos, Linda passou a ser uma porta-voz ferrenha contra a pornografia. Morreu em 2002 aos 53 anos em Denver, nos EUA, após um acidente de carro.

Lovelace tem uma belissima fotografia e rica direção de arte com a cenografia, maquiagem e os figurinos, representando muito bem o contexto social e histórico da vida de uma estrela do cinema adulto, que faleceu de forma prematura. Elenco de peso em filme-homenagem a Linda Lovelace.

Linda Lovelace, a real.
Linda Lovelace, a real.

SUPER INDICAÇÃO!!!!

Nota: 3,5 de 5,0.

Anúncios