DAGON (Espanha-2001).

Olá queridinhos...
Olá queridinhos…

Por Calil Neto

História favorita de H.P. Lovecraft de Stuart Gordon, segundo afirmou em 2012 o próprio no Festival de Cinema Fantastico de Porto Alegre, Fantaspoa, no RS,  o diretor americano estava na direção de Dagon, em um dos filmes mais difíceis de sua carreira: que foi fazer chover artificialmente durante todo o andamento da película, mesmo sem as condições ideais.

Para quem não sabe Dagon é uma adaptação dos contos Dagon e  The Shadow Over Insmouth (A Sombra Sobre Innsmouth) de Lovecraft. Stuart Gordon já dirigiu outras produções baseadas em obras do escritor, como Re-Animator (1985) e Do Além (1986).

Howard Phillips Lovecraft (Providence, Rhode Island, 20 de Agosto de 1890 – 15 de Março de 1937) foi um escritor norte-americano conhecido por obras de fantasia e terror, marcadamente gótico, aliada a ficção científica.

Muitos dos trabalhos do escritor foram diretamente inspirados por seus constantes pesadelos, o que contribuiu para a criação de uma obra marcada pelo subconsciente e pelo simbolismo.

A maiores influências de H.P.Lovecraft foram Edgar Allan Poe, por quem nutria profunda admiração, e Lord Dunsany, cujas narrativas de fantasia inspiraram as suas histórias em terras de sonho.

Na adaptação de Dagon para a tela, temos na narrativa dois jovens, o nerdesco Paul Marsh (Ezra Godden) e a bela Bárbara (Raquel Meroño), que estão em um barco que passa por um naufrágio, e vão parar em um vilarejo chamado Imboca, onde homens se transformam em monstros-peixes.

Paul Marsh encontra em um senhor mendigo bêbado, Ezequiel (Francisco Rabal), filho de pescador, a revelação do grande segredo por detrás de toda a loucura que ronda a cidade.

Há muitos anos atrás, a vila de Imboca, precisava de alimento, e estava carente de peixes no mar. Um homem na vila, afirmara que o povo de Imboca deveria orar não para o Deus comum, mas sim para o Deus Dagon, para trazer peixe e ouro a região.

Foi o que fez a população, mas só que a reza a Dagon além de trazer peixe e ouro a Imboca, também trouxe a região uma maldição.

Paul e Bárbara terão que fugir das mãos violentas desses monstros do mar pertencentes à Ordem Esotérica de Dagon, e Paul terá que escapar do amor e da perseguição da princesa Uxía Cambarro (interpretada pela também bela Macarena Gómez), que é metade mulher, metade monstro-peixe.

Dagon é uma produção de baixo orçamento, que  consegue entreter os apreciadores de Lovecraft, mitologias e apaixonados por seres do mar.

Dagon tem maquiagem simples e alguns efeitos convincentes em CGI.

É uma produção para não ter grandes expectativas, apesar de ter Stuart Gordon na direção.

Stuart Gordon
Stuart Gordon

Nos créditos finais, o filme faz menção honrosa e dedicação em memória do ator espanhol Francisco Rabal, intérprete do mendigo Ezequiel, morto em 2001.

Francisco Rabal (1926- 2001)
Francisco Rabal (1926- 2001)

Nota: 3,0 de 5,0.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s