Mês: maio 2012

ED WOOD (1994).

Por Calil Neto

O diretor Tim Burton resolveu em 1994 fazer uma obra cinematográfica e biográfica do cineasta Edward Davis Wood, Jr, mais conhecido como Ed Wood, que não foi muito valorizado quando era vivo, era fã ardoroso do mestre Orson Welles, e amava se vestir de mulher.

Ed Wood foi considerado por muitos críticos o pior cineasta de todos os tempos”, e hoje é cultuado por muito fãs pelo mundo afora.

Americano, nascido em Poughkeepsie, Nova Iorque, no dia 10 de outubro de 1924, Ed Wood fez filmes trash, de terror, de ficção científica e eróticos.

O filme de maior sucesso do diretor foi “Plan 9 From Outer Space” (Plano 9 do Espaço Sideral) de 1959. Outros filme notórios do senhor Wood, foram Glen ou Glenda? (1953) e A Noiva do Monstro (1955), ambos também com o icônico Bela Lugosi.

Na biografia “Ed Wood” (USA/ 1994), o malfadado diretor (interpretado por Johnny Depp), corre atrás do sucesso através do improviso, pouco dinheiro, e contratação de atores nada convencionais para seus filmes, como o veterano Bela Lugosi (Martin Landau), o ex-lutador de luta livre sueco Tor Johnson (George ‘The Animal’ Steele), Vampira (Lisa Marie), entre outros.

“Ed Wood” tem a participação de Sarah Jessica Parker, de “Sex and the City”, no papel de Dolores Fuller, e Bill Murray, de “Os Caça-Fantasmas”, no papel de Bunny Breckinridge.

O clássicos de Ed Wood são indubitavelmente lembrados na biografia realizada por Tim Burton, como “Glen ou Glenda?” (1953), “A noiva do Monstro” (1955), e “Plano 9 do Espaço Sideral” (1959), obra marcada pela morte de Bela Lugosi que falece após filmar as primeiras cenas.

Bela Lugosi é logo substituído por um dublê inexperiente.

Uma belíssima homenagem de Tim Burton, a um diretor que estava em busca de fama em Hollywood (e foi reconhecido infelizmente apenas postumamente), e a um tremendo ator, Bela Lugosi, que teve a carreira marcada enternamente pelo personagem Drácula nos cinemas.

Legal trazer às novas gerações esse simples e honrado legado de sir.. Ed Wood.

Parabéns Tim Burton !!!!! Parabéns Ed Wood !!!!

Nota: 3,0 de 5,0.

011 – The Devil Inside ( Filha do Mal – 2012)

Por Calil Neto

A “Filha do Mal” (The Devil Inside – EUA/ 2012) é um terror barato de exorcismo do diretor William Brent Bell, com auxílio no roteiro de Matthew Peterman, que segue a mesma linha de filmes do gênero como “O Último Exorcismo” (2010), no formato mockumentary (falso documentário).

SPOILERS

O filme logo no começo afirma polêmicamente que a obra cinematográfica em questão não é aprovada pelo Vaticano…

(…) e marca a estreia no cinema da bela atriz brasileira Fernanda Andrade no papel de Isabella Rossi, que é filha de Maria Rossi (Suzan Crowley), que foi acusada de cometer triplo assassinato durante uma sessão de exorcismo, quando Isabella era ainda pequena.

Maria Rossi é acusada de ter problemas psicológicos e é enviada a um hospital psiquiátrico na Itália

(…) 20 anos se passam e sua filha Isabella parte dos EUA a Itália para realizar um documentário e (ao mesmo tempo) descobrir o que realmente aconteceu com a sua mãe no dia do crime…

(Perguntas que não querem calar:)

  1. A mãe de Isabella estaria possuída pelo demônio durante a prática do polêmico crime?
  2. Ou possue problemas emocionais e psicológicos que podem a ter influenciado? 

Outra questão: A mãe de Isabella é realmente a pessoa que cometeu esses terríveis crimes? 

E agora, o que fazer?

Isabella no Vaticano então passa a freqüentar escolas de exorcismo… e conhece padres que realizam o exorcismo clandestinamente, sem a autorização da Igreja Católica.

É o caso dos padres David (Evan Helmuth) e Ben (Simon Quaterman), que juntamente com o amigo de Isabella, Michael (Ionut Grama), colaboram em uma maior elaboração do documentário e no auxílio para desvendar o caso da possível possessão da mãe da garota.

Pelo jeito caríssimo leitor… o demônio está a solta mesmo… e  “Filha do Mal” é mais um filme de exorcismo sem nenhuma novidade.

A ” Filha do Mal” assusta em poucas cenas… diferente como aparentava o trailer divulgado previamente, como os momentos  dos corpos contorcidos dos possuídos, não tendo a obra em questão uma concreta conclusão, com um final descabido, o que torna “ Filha do Mal” um dos piores filmes do gênero.

(Infelizmente…)

Saudades da época de “O Exorcista” (1973) de William Friedkin.

(OBS: Já não se fazem mais filmes de exorcismo como antigamente…)

Rimou. Rs…

Nota: 2,5 de 5,0.

Poultrygeist: Noite das Galinhas Mortas (2006).

Por Calil Neto

“Poultrygeist: Night of the Chicken Dead” (Poultrygeist: Noite das Galinhas Mortas/ EUA- 2006) é mais um filme de horror-trash e musical da produtora Troma, de Lloyd Kaufman, que parodia clássicos do cinema de terror como “Poltergeist” (1982) e “A noite dos mortos vivos”(1968).

A alusão a “Poltergeist” acontece quando um restaurante fast food (American Chicken Bunker – ACB) é construído sobre um cemitério indígena igual ao filme de Tobe Hooper, onde uma casa também é construída sobre um cemitério de índios.

(Já a alusão ao filme de George Romero explicarei durante o andamento da análise…)

SPOILERS

Era uma vez uma lanchonete nada normal… 

O trash movie começa quando um casal de jovens está fazendo sexo em um cemitério indígena, na cidade de Tromaville.

( São eles os jovens Arbie (Jason Yachanin) and Wendy (Kate Graham))

Arbie tem o propósito de cuidar de seus pais problemáticos e Wendy almeja ir para a faculdade, onde se apaixonará por uma outra bela menina Micki (Allyson Sereboff).

Arbie começa então a trabalhar em um caixa da recém inaugurada franquia de restaurantes fast-food (American Chicken Bunker- ACB) que vende baratos lanches à base de galinhas, para sustentar sua família.

Wendy e sua namorada Micki protestam contra a desenfreada matança de galinhas para a produção desses lanches, e são a favor da manutenção e preservação de patrimônios públicos culturais, como o cemitério indígena da cidade que foi destruído.

Crítica Social… 

“Poultrygeist” é uma produção que critica a dominação das grandes corporações em torno do mundo, como as próprias redes de fast food.

MC Donalds da vida para os leigos.

A ACB em “Poultrygeist” é o MC Donalds de Tromaville.

Maldição na ACB?

Será que espíritos indígenas podem interferir no funcionamento da lanchonete?

Pessoas, funcionários, e freqüentadores do restaurante, começam de repente a se comportar estranhamente em “Poultrygeist”, e se transformar em demônios, ops, isto é, em galinhas.

Galinhas Humanas? 

Isso mesmo, e galinhas que se alimentam de restos humanos…

Essas galinhas humanas elas andam que nem zumbis… o que nos liga diretamente ao filme “ A noite dos mortos-vivos”.

Em certas cenas em peculiar parece que estamos assistindo zumbis vestidos de galinhas… Uma idéia genial da equipe de Lloyd Kaufman, que tem uma singela atuação no filme.

O trashismo de “Poultrygeist”  está nas vestimentas e nas maquiagens das personagens, além de muito gore e gosmas verdes.

Vale a pena?

Claro que vale, pois além de estarmos assistindo a uma paródia e homenagem de clássicos do cinema de horror, estamos assistindo também a trashismo de primeira, de boa qualidade. Marcas da produtora Troma.

Diversão e descontração na certa para o espectador, em uma produção sem muitas pretensões.

Nota: 3,0 de 5,0.

A Serbian Film – Terror sem Limites (2010).

Por Calil Neto

Um dos filmes mais PERTURBADORES e POLÊMICOS da história do cinema mundial… esse é A Serbian Film – Terror Sem Limites (Sérvia/ 2010), um horror transgressor e quase erótico movie, com a direção de Srdjan Spasojevic, que narra a vida de um ATOR PORNÔ em decadência, Milos (Srdjan Todorovic) que precisa se sustentar e manter sua esposa e o filho pequeno.

SPOILERS 

Milos aceita a irrecusável oferta e proposta apresentada por sua ex-colega de profissão Lejla (Katarina Zutic) para estrelar um “filme diferencial de arte”, com a direção de Vukmir (Sergej Trifunovic) e sua equipe.

O ator desconhece esse filme diferencial em que irá atuar… e vai parar em um orfanato para a gravação das então polêmicas cenas.

Para piorar… Milos faz sexo na frente de crianças… e até assiste a uma cena em que um recém nascido é estuprado por um desconhecido (o que chocou e muito a pessoa que vos fala!).

O veterano ator pornográfico ( que também foi drogado pela equipe de filmagens) descobre que entrou em uma fria ao aceitar essa proposta de trabalho: e que além de estar realizando mais um de seus filmes para o currículo, está envolvido com uma organização criminosa e pedófila.

E agora o ator pornô terá também que proteger sua família… das mãos desses frios e incalculáveis criminosos.

Pedofilia e cia

A Serbian Film é um filme não indicado à pessoas cardíacas… e que abala e muito EMOCIONALMENTE  aquele que o assiste.

Com diversas cenas de sexo e mulheres nuas… o polêmico filme foi proibido pela Justiça de ser exibido nos cinemas brasileiros devido as fortes cenas de sexo que envolvem crianças.

O filme também dá destaque ao tema dos snuff movies, obras cinematográficas em que pessoas são REALMENTE assassinadas durante as filmagens com o objetivo de altos lucros nas bilheterias (será uma lenda?).

Vale a pena?

A Serbian Film, na minha singela opinião, é bem mais pesado, por exemplo, do que a obra prima de Ruggero Deodato, Cannibal Holocaust, que na década de 80, foi censurado em diversos países e foi considerado por muitos como um snuff movie, mais tarde desmentido pelo próprio Deodato, que teve que comprovar que os atores do filme estavam realmente vivos.

Uma produção que por ter sido proibida e censurada em diversos países, que se torna um atrativo para o corajoso e curioso cinéfilo.

E aí, vai encarar?

Nota: 2,5 de 5,0.

Atividade Paranormal 3 (2011).

SPOILERS

Por Calil Neto

O terceiro filme da franquia americana de sucesso de terror com a direção de Henry Joost e Ariel Schulman e a produção do aclamado Oren Peli, em formato mockumentary (falso documentário) como os filmes anteriores, apresenta em sua narrativa o ano de 1988 quando as irmãs Katie e Kristi (grávida no momento presente do filme – anos 2000) eram ainda pequenas.

Katie é a protagonista dos dois primeiros filmes (Atividade Paranormal I e II), e é interpretada pela atriz Katie Featherston.(mesmo nome da personagem?). No terceiro filme a bela atriz participa muito que rapidamente nas primeiras cenas…

A produção em questão volta no tempo, quando as irmãs Katie ( a pequena Chloe Csengery) e Kristi ( a também pequena Jessica Tyler Brown) moram com a mãe Julie (Lauren Bittner), e com o seu namorado, Dennis (Christopher Nicholas Smith), que trabalha com filmagens em festas e casamentos.

Acontecimentos estranhos acontecem na casa que moram, o que faz com que Dennis passe a usar a câmera de trabalho para filmar esse possíveis fenômenos sobrenaturais.

Símbolos estranhos ligados á bruxaria passam a aparecer nas paredes da casa, e Kristi tem um amigo imaginário, conhecido como Toby.

Será esse um amigo imaginário realmente ou uma entidade paranormal que assombra a menina?

As pessoas que freqüentam essa mesma casa (como a babá que vem cuidar da meninas em uma noite quando o casal resolve sair), notam que o local é amaldiçoado, e que seres paranormais habitam o lugar.

Um longa que apresenta em seu enredo uma mistura de filme de bruxaria com fenômenos sobrenaturais, que auxiliam em um melhor entendimento das dúvidas que ficaram no ar nos dois primeiros filmes.

Atividade Paranormal 4.

Um quarto filme virá nesse segundo semestre de 2012, para abocanhar ainda mais lucros nas bilheterias com a bem sucedida franquia Atividade Paranormal, que parece que não tem data prevista para acabar.

Nota: 2,5 de 5,0.

O Vingador Tóxico 2 (1989).

Por Calil Neto

O crime foi exterminado em Tromaville… A paz reina agora. O herói trash Toxie não tem mais motivos para lutar por sua cidade: apenas cuidar junto de sua amada Claire (Phoebe Legere) de pessoas cegas em uma clínica médica e consultar sua atraente psicóloga.

O Vingador Tóxico 2(EUA/ 1989) acontece 5 anos após o original de 1984… A paz reina na cidade após as duras batalhas do herói no primeiro filme.

SPOILERS

Infelizmente após um curto tempo de paz, o mal chega a singela cidade quando uma corporação conhecida como Apocalypse Inc, presidida por um  certo mal caráter (Rick Collins), quer dominá-la de maneira anti-ética, além de querer exterminar o nosso querido e feioso herói.

A anti-ética corporação procura uma maneira de enviar Toxie para o Japão, onde são produzidos os Anti-tromatons, que podem acabar com os seus super-poderes.

As partículas de tromaton, que estão presentes no corpo de Toxie, avisam quando um perigo está próximo e dão o poder de lutar contra o mal.

toxic_avenger_2

Então, sem a companhia da amada Claire, O Vingador Tóxico vai ao Japão para encontrar seu pai, que desapareceu de casa quando Melvin ainda era pequeno.

Sua psicóloga (Erika Schickel) menciona durante uma sessão de análise do cliente, após ser manipulada também pela corporação maléfica, que seu pai está no Japão, o que convence o nosso herói a sair de Tromaville .(o que é uma mentira!!!)

photo-Toxic-avenger-2-The-Toxic-Avenger-Part-II-1989-2

Toxie encontra novos amigos em Tóquio, no Japão, e parte em busca de seu (falso) pai… enquanto Tromaville é completamente contaminada pelo mal sem seu herói para a defender.

E agora? Qual será o fim de nosso herói? Ele encontrará seu verdadeiro pai? Conseguirá voltar do país oriental e livrar Tromaville das mãos da Apocalypse Inc?

A produção é inferior ao clássico original, mas que irá conquistar sem dúvida aqueles que se apaixonaram e afeiçoaram pelo herói no primeiro filme.

Como quase todos os filmes da produtora Troma, tem suas cenas hilárias de trashismo e nudez, o que por um lado são bons atrativos.

As partes 2 e 3 da quadrilogia foram filmadas como um filme só, mas como era muito material para um único filme, ele foi dividido em 2.

Interessante.

As seguintes continuações são The Toxic Avenger – Part III – The Last Temptation of Toxie de 1989, e The Toxic Avenger IV – Citizen Toxie de 2000.

– Leia a análise do primeiro filme da série ” O Vingador Tóxico” (1984).

Nota: 2,5 de 5,0.

006 – 11-11-11 (11-11-11)

Por Calil Neto

– 11-11-11 (EUA/ Espanha – 2011) é um filme de terror de co-produção da “Canonigo Films”, “Capacity Pictures” e “Epic Pictures Group”, que apresenta em sua narrativa a vida do escritor norte-americano Joseph Crone (Timothy Gibbs), que é atormentado por onde passa pelas visões do número 11:11.

11-11-11 para os desavisados é do mesmo diretor dos aterrorizantes filmes Jogos Mortais 2, 3 e 4 (Saw II, III e IV), Darren Lynn Bousman, com o roteiro do próprio.

SPOILER

Seria algo doentio criado pela mente de Joseph? Ou uma visão realmente do mal?

Em primeiro lugar o longa começa com os despertar de um pesadelo do escritor, que teve o filho e a esposa Sarah (Salomé Jiménez) mortos em um incêndio causado por um fanático leitor de Crone.

Após um acidente de carro, Crone, que não acredita em Deus e religião, volta para Barcelona (Espanha), onde seu pai já idoso (ex-pastor de Igreja) está à beira da morte… E o pior… o dia 11-11-11 está cada vez mais próximo.

11-11-11

O que há de estranho nesses números que perseguem o senhor Crone? Parece que o número 11:11  sempre esteve presente na vida do escritor, se formos correlacionar esses números com as tragédias (MORTES NA FAMÍLIA, ACIDENTE DE CARRO…) que  já ocorreram em seu passado.

Que mal acontecerá a humanidade no dia 11 de novembro de 2011?

… MENTIRA OU PURA REALIDADE DOS FATOS?

Segundo pesquisas em bibliotecas e  informações obtidas na internet pelo próprio Joseph, 11-11-11 é a data para a abertura de um portal que libertará os demônios do inferno.

Será essa uma lenda ou uma verdade inquestionável? 

IRMÃO PADRE…

Paralelamente no enredo, temos também o irmão paralítico de Joseph, Samuel Crone (Michael Landes) que é pastor e prega cultos religiosos nos arredores da casa da família Crone. Samuel em diversas tentativas almeja que seu irmão Joseph passe a ter fé em Deus. Algo que Joseph contesta com relutância.

PREDESTINADO…

A ida de Joseph Crone para a Espanha terá um motivo especial? Escrever mais um novo livro tendo como foco os números 11-11-11?

Ou será salvar seu irmão pastor e a família Crone das mãos dos demônios quando o portal infernal se abrir?

“UM BOM FILME…? ”

11-11-11 é uma fraca produção, que aproveitou apenas da data 11-11-11 para ganhar alguns trocados nas bilheterias dos cinemas. O longa estreou nas telonas do Brasil e dos EUA em 11 de novembro de 2011.

Nota: 2,5 de 5,0.